Você tem permissão pra ser feliz?

Para quem você ainda ter que pedir permissão para ser feliz?

Depois do ultimo artigo sobre auto cuidado, vários comentários me chamaram a atenção: (se você não leu tem um link aqui)

– Não consigo tirar tempo pra mim

– Não dá pra fazer isso

– Tenho que cuidar primeiro do meu filho/marido/mãe/pai

E mais uma infinita lista de “verdades” que repetimos para nós mesmas sobre o que podemos e devemos fazer no dia a dia.

Eu sei bem como é pois já passei por isso muitas vezes no passado.

Criamos ou adotamos uma série de regras que podem ter servido em algum momento ou em determinada situação, mas que talvez não estejam sendo úteis neste instante da sua vida.

Normalmente copiamos inconscientemente as regras da nossa casa de infância.

Como assistimos, ouvimos ou vivenciamos a nossa história em família influencia muito em como desfrutamos a vida hoje.

Como seus pais, avós, irmãos viveram seus relacionamentos, lidaram com dinheiro, com a saúde podem estar orientando seu comportamento atual e suas relações sociais, familiares e profissionais.

Se você parasse para prestar atenção nas histórias que você repete e conta a si mesmo sobre seu direito de escolher o que é melhor para sua vida hoje, você poderia afirmar com certeza que essas escolhas são exclusivamente suas?

A quem essas histórias pertencem?

Quem, no seu sistema familiar, talvez não pudesse dedicar tempo para o lazer ou para a diversão?

Quem teve uma vida mais restrita, com mais limitações do que você?

Reflita sobre essas memórias que você conhece sobre a sua família. Busque informações, converse com seus familiares.

Muitos de nós sequer conheceram seus antepassados ou então nunca tenham se interessado por suas origens.

Porem, a maior parte das nossas crenças limitantes e regras auto impostas vêm exatamente dos aprendizados inconscientes que moram dentro dos enredos de nossos ancestrais.

Será que eles foram felizes?

Tiveram permissão para aproveitar sua juventude ou a maturidade?

Seu sistema familiar contem essas e muitas outras conexões com a sua vida atual.

Se você quiser compreender um pouco mais sobre esses vínculos invisíveis e como eles podem estar guiando as suas regras e crenças pessoais eu te convido para assistir uma série de vídeos onde eu explico em detalhes como entrar em contato com suas histórias antigas e começar a viver a sua liberdade agora.

Assim vamos começar juntas a jornada para que você permita-se ser cada vez mais feliz!!

Para isso basta que você clique na imagem abaixo e eu enviarei para seu e-mail todo esse material gratuito

serie de videos
serie de videos
Compartilhar:

1 comentário em “Você tem permissão pra ser feliz?”

  1. Ana Paula Arantes

    Eu tentei fazer seu curso sobre “Constelação Familiar” como não pude comprar o livro acabei desistindo… o assunto me interessa.

    Gostei muito do artigo! Seus ensinamentos acerca do assunto são valiosos!

Comentários estão fechados.